Se acaso tens uma pessoa que te ama desinteressadamente…
Que te conhece tão bem quanto você a si mesmo…
E que sabe de todo o teu passado e aceita-o…
Agradeces a Deus.

Se acaso tens uma pessoa que sabe de teus sinais e cicatrizes…
Que sabe os significados dos teus sorrisos e dos teus olhares…
E que prevê todos os teus gestos…
Agradeces a Deus.

Se acaso tens uma pessoa que te faz compainha enquanto o teu sono não chega…
Que te acolhe nos braços quando tu já nem sentes mais os teus próprios braços…
E que segura a tua mão quando sentes caindo num abismo…
Agradeces a Deus.

Se acaso tens uma pessoa que troca tuas lágrimas por sorrisos inventando histórias hilárias…
Que compreende os teus medos e que por isso nunca os permitem…
E que conhece os teus defeitos e sabe lidar com cada um deles…
Agradeces a Deus.

Se acaso tens uma pessoa em que o silêncio entre vocês não causa incômodo…
Que conhece os teus gostos casuais e procura satisfazê-los…
E que te acompanha nas tuas loucuras…
Agradeces a Deus.

Se acaso tens uma pessoa que relembra tuas manias…
Que ao te ver respirar, se sente em paz…
E que o olhar dela melhora o teu…
Agradeces a Deus.

Se acaso tens uma pessoa que te escuta sem te interromper…
Que expõe conselhos sem conseguir ser autoritária…
E que te defende da maldade que porventura possa vir a te atingir…
Agradeces a Deus.

Se acaso tens uma pessoa que, ao te ver partir, a sua alma chora…
Que ao te ver chegar, a sua alma floresce…
E que ao te ver ficar, a sua alma eterne…
Agradeces a Deus.

Se acaso tens uma pessoa que possas contar sempre…
E que para sempre ela possa contar contigo…
Agradeces a Deus.

Mas, se acaso tu não tenhas uma pessoa que faça tudo isso…
Simplesmente sejas essa pessoa para alguém.
E tu mesmo presentearás a tua vida com um novo sentido.

Autora: Thais Samara de Castro Bezerra
O seu olhar (Ceumar)

Anúncios