Olhos: portas da alma...


Meus tesouros: Deus, amigos e família.
Não sou do tipo fácil em vários aspectos…
Tenho princípios fixos…
Mas tenho ideias flexíveis…
Odeio qualquer tipo de injustiça.
Amo ser útil aos que precisam…
Não gosto de deixar nada pela metade… principalmente as conversas…
Gosto de falar “olho no olho”.
E lamento por quem gosta de falar “dente por dente”…
Procuro sempre deixar as pessoas com palavras agradáveis…
É doloroso quando deixo o sol se pôr sob a minha “ira”…

Tento vencer a minha timidez…
Mas tenho atitudes as quais muitos duvidam se realmente sou tímida…
Não, não tenho o mesmo comportamento em todos os lugares…Porque cada lugar convém um tipo certo de comportamento…

Não sou vingativa. Sou de perdoar.
Quando amo, grudo… Quando não amo, pergunto-me o porquê…
Nunca deixo de amar.

Não sou padrão de beleza… Mas sou perfeita aos olhos do Pai…
Não curto o que é óbvio demais… Prefiro me surpreender com o diferente…
Linhas retas não me atraem, exceto se elas estiverem em diversos sentidos…
Porque prefiro as linhas que fazem curvas, que não parecem ter fim nem começo…
Me considero solitária, apesar de estar rodeada de pessoas…

Dizem que sou altruísta…
Sou muito paciente.
Não perco tempo com inveja.
Não gosto de mudanças bruscas.
Odeio não sentir meus “pés no chão”.
Nunca fui, não sou e nunca serei competitiva.
Não me desapego fácil às pessoas…
Ninguém nunca percebe o meu ciúme.
Gosto do tipo de pessoa que me faz sorrir…

Odeio a distância física entre mim e as pessoas que amo.
Quando falho com uma pessoa que amo, sinto-me destruída , sem ar e tudo fica fora do lugar.
Não choro na frente de qualquer pessoa.
Não me convence tudo aquilo que faz sentido… duas amigas me ensinaram a desconfiar de tudo!
Nunca vou entender a lógica do dinheiro.

Amo reunir os amigos!
Com os amores, aprendi a me doar menos.
Odeio quando me subestimam.

Amo ler, reler e escrever.
Só uso a palavra INCOMENSURAVELMENTE em casos especiais.
Gosto de pesquisar nomes e seus significados.
Não coleciono simples diários, mas sim, momentos…
Clarice Lispector consegue traduzir grande parte dos meus sentimentos e pensamentos.
Shakeaspeare é um sábio.

Coragem rima com Glauce.
Exemplos de amor: Sandra Mara e Glaucia Maria.
Companheirismo: família.

Gostaria de ter vivido os anos 60 junto com minha mãe… Louco isso não é?
Gostaria de ter aprendido mais sobre música, instrumentos…
Gostaria de ter feito balett…

A minha melhor ponte com o meu passado, ainda que invisível, é a minha mãe…
Sou saudosista sim. Também tenho saudade daquilo que não vivi…

Prefiro todo tipo de natureza… mas o mar me encanta gigantemente!
Amo os mistérios do céu, e tudo o que nele há… amo tirar fotos dele…
E como é maravilhoso tomar banho de chuva!
Fico encantada com o arco-íris!
Gosto da delicadeza das margaridas e das hortênsias.
Amo a excentricidade das orquídeas.
A beleza da rosa me intimida um pouco.
Invejo a borboleta pela sua capacidade de voar…
Curto o cachorro pela sua lealdade e excesso de carinho.
Admiro o macaco pela sua inteligência e pelos seus olhares que parecem falar…
Fico espantada com os mistérios dos gestos e olhares dos gatos…
Amo sentir o vento tocar meu rosto… é mesmo como se fosse um carinho de Deus…
Não sei qual a minha estação preferida…Só sei que o inverno me deixa um pouco melancólica…

Amo viajar! Conhecer lugares, pessoas e costumes diferentes!
Desejo conhecer Fernando de Noronha, Paris, Pamukale e a Ilha de Santorini.
Fotografar é mais do que registrar imagens, é registrar sentimentos.

Gostaria de ter mais tempo para bordar… fazer artes… pintar o sete!
Amo miniaturas e bichinhos de pelúcia.
Fotos: os objetos que eu mais tenho cuidado… porque são pessoas, momentos e sentimentos.
Ganho o mundo quando estou no meu quarto.

Gosto de acordar cedo para aproveitar o dia…
Mas às vezes gosto de acordar bem tarde por um motivo melhor…
Amo quando Deus vem me visitar nos meus sonhos…
Mas não gosto quando acordo no meio da noite e fico pensando no sonho…
E fico irritada quando esqueço os sonhos…
Gosto de dormir ouvindo música…
Não consigo dormir se meus pés estiverem gelados…
Tenho “insights” de madrugada.
Apesar de gostar de encontrar minha cama arrumada, não gosto de realizar essa tarefa.

Minha infância tem cheiro de pudim de leite.
Ainda sinto o gosto do bolo de cenoura com cobertura de chocolate que minha mãe fazia…
Chocolate me anima, sorvete me acalma e sobremesas me alegram…
Bebida preferida? Suco de Maracujá!
Frutas preferidas? Banana, manga,mamão, jambo, ciriguela, uva (verde!).
Pizza nunca me agradou muito… Já cuscuz… amo!
Gosto de quase todos os frutos do mar, exceto ostra!
Cozinhar é um desafio para mim… e se o resultado é bom, fico muito feliz!
Algodão doce é muito bom!
Não gosto de misturar os sabores doce e salgado.
Doritos com batida de maracujá e sorvete: combinação perfeita!

Escutar música gospel me engrandece.
Me identifico com os cantores antigos: Beatles, Maysa, Roberto Carlos, Cartola…

Amo bebês e crianças porque me fazem sentir completa…
Não gosto de comemorar aniversário depois da data certa…

Prefiro os perfumes adocicados…
Amo cores. Minha cor preferida é azul…lembra o céu, o mar e a calmaria do meu coração.
Meu estilo? Depende do meu estado de espírito…
Mas para a maioria dos casos, uma calça jeans sempre é a minha aposta.

Curto redes sociais.
Odeio hospitais. Tenho medo de injeção e não suporto ver ninguém doente.
Tenho pavor de dentistas!
Não gosto de tomar nenhum tipo de remédios… me dão ânsia…

Prefiro móveis antigos e com histórias…
Os lençóis com estampa floral me agradam mais…
Gosto de estampas com bolinhas.
Gosto mais de dar presentes do que receber…
Não gosto muito de shoppings.
Mania: misturar shampoos, cremes, pasta dental e esmaltes…e às vezes ler os parágrafos de trás para frente.

Filmes? Verídicos, dramáticos, românticos, cômicos com conteúdo significativo…
Não gosto de assistir notícias ruins…
Sou fã de vários personagens: Snoopy, Moranguinho, Turma da Mônica…
Amo ler e assistir contos de fadas! Exigem muito da nossa imaginação…

Me irrita o fato de tomar grandes decisões…
Fico triste quando tenho que optar por uma atividade obrigatória, e não a que realmente eu gosto.
O dia realmente deveria ter mais horas.

Meu maior medo: de perder as pessoas que amo.
Não tenho medo de morrer.
Tenho medo de não conseguir realizar todos os desejos e planos.

Se tudo o que escrevi é imutável?
Não. Não é. Quase tudo é passível de mudança…
O que não muda nunca é a certeza de um Deus fiel.

Ass: Thais Samara de Castro Bezerra

Anúncios