Não. Não quero ser passiva de gênero. Isso seria óbvio demais. E tudo o que é óbvio me irrita. A transcedência sim, é original. É o que me atrai. Samara Castro.

Anúncios