"Mas jamais hei de esquecer do grande pôr-do-sol de Campina"


É só por isso que te amo Campina
Por causa do teu sol que se põe voraz
Nos cala e domina

Teu pôr-do-sol é como surdina
Suavizando os barulhos urbanos
Parece uma sonatina!

Grande és tu Campina
Com teu largo pôr-do-sol
Que nos abraça e nos mima

Um mister de sensações incita
Assim é teu pôr-do-sol
Que anima e intimida

Embala e rompe meus sonhos nas tardes aladinas
Mas não hei de esquecer, jamais
Do grande pôr-do-sol da minha Campina

Thais Samara de Castro Bezerra
15 de janeiro de 2012.

Anúncios