Um dia a vida será cruel: vai tirar de ti pessoas que amas…

Um dia saberás que a confiança tem que ser fortalecida cada dia…

Um dia descobrirás que é humilhante enjaular a alma de alguém…

Um dia se sentirás mais acompanhado por alguém que está distante…

Um dia aprenderás que o bom mesmo é sempre estar disposto a ajudar…

Um dia se sentirás irmão de alguém que não tem a mesma mãe que a sua…

Um dia verás seu amigo mudar drasticamente, e vai amá-lo do mesmo jeito…

Um dia olharás para tudo o que tens e poderás não ver quem tu tens na vida…

Um dia descobrirás que é urgente a necessidade de saber para onde está indo…

Um dia te sentirás impedido de dizer a uma criança que o sonho dela é bobagem…

Um dia saberás que, por mais influências que tenhas, ainda poderás seres tu mesmo…

Um dia ficarás confuso por ter sido machucado, mas por amar tanto quem te machucou…

Um dia te sentirás mal por ter machucado alguém só porque outro alguém errou contigo…

Um dia serás julgado injustamente, não poderás fazer muita coisa, a não ser continuar a ser…

Um dia terás o coração partido, o mundo não vai parar, mas alguém te ajudará se permitires…

Um dia descobrirás que, sim, sempre existiu uma pessoa que se importava… E que talvez você não tenha percebido por mera distração com coisas, momentos e pessoas instantâneas…

E vais descobrir o quanto a vida é breve, e que por isso mesmo nunca devemos protelar tanto um plano, um perdão e um abraço.

 

(Thais Samara de Castro Bezerra)

Anúncios