webcam-toy-foto46

É preciso perder muito… A paz, muitos momentos, algumas pessoas… É preciso ter perdido até mesmo a sensibilidade… Para só então conhecermos o verdadeiro e único sentido do Natal: o espírito de Cristo.

É preciso ter se sentido só… Sem ninguém, sem presentes, sem apetite para as comidas sofisticadas de Natal, sem bebida alcoólica… É preciso ter estado sozinho consigo mesmo… Para só então sentir o verdadeiro e único sentido do Natal: o espírito de Cristo.

É preciso ter encontrado apenas a simplicidade e humildade… Vestimenta qualquer, andar leve, olhar e contemplar o firmamento com estrelas, conversar com o Criador e ir dormir… É preciso ter estado com a simplicidade e humildade para não sentir obrigatoriamente a necessidade de grandes festas, grandes decorações e multidões… Para só então viver o verdadeiro e único sentido do Natal: o espírito de Cristo.

É preciso lembrar quem é o verdadeiro aniversariante… Cristo! É preciso lembrar que não se deve desejar ganhar presentes! O aniversariante é Cristo! É preciso lembrar que não se deve sentir a obrigação de dar presentes às pessoas. O aniversariante é Cristo! É preciso, sim, doar o melhor de nós para Ele… Se esforçar para seguir e acatar os princípios, preceitos e promessas de Cristo: eis os verdadeiros presentes de Natal para Ele!

É preciso ter passado por muitas coisas para só então perceber, sentir e viver o verdadeiro sentido do Natal: o espírito de Cristo… Espírito este que, uma vez conhecido verdadeiramente, não importa onde, como e com quem você esteja no dia do Natal, o espírito estará forte e profundo no seu coração. E você terá vivido o maior sentimento de redenção do mundo, redenção ao único e verdadeiro sentido do Natal: Cristo e nada além mais que isso…

Thais Samara de Castro Bezerra

 

Anúncios