Eu odeio que a vida não tenha um manual de instruções, uma bola de cristal de verdade (que funcione) ou um ancião que nos diga, com toda a certeza, qual o melhor caminho a seguir…

Eu odeio s incertezas da vida. Odeio o tempo que perdemos com as indecisões. Não apenas o tempo, mas o olhar perdido, o respirar fraco, as pernas inertes e os suspiros copiosos…

Eu odeio sentir coisas que não deveriam ser sentidas. Mais que isso: sentir e querer não sentir ao mesmo tempo. A confusão, os tremores e as lágrimas que isso causa…

Eu odeio tudo isso e um pouco mais…

Samy Castro

Anúncios